ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA 28/09/2016

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE VINTE E OITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E DEZESSEIS. Aos vinte e oito dias do mês de setembro de dois mil e dezesseis, no Palácio da Luz, situado na Rua do Rosário, número um, em Fortaleza, Ceará, a Academia Cearense da Língua Portuguesa realizou reunião ordinária, com a presença dos acadêmicos Maria Luísa Silva Bomfim (Cadeira nº 3), Antônio Vicente Alencar (Cadeira nº 11), Ana Paula de Medeiros Ribeiro, (Cadeira nº 12), José Myrson Melo Lima (Cadeira nº 14), Maria Elias Soares (Cadeira nº 15), Giselda de Medeiros Albuquerque (Cadeira nº 16), Italo Gurgel (Cadeira nº 17), José Ferreira de Moura (Cadeira nº 20), João Soares Lobo (Cadeira nº 25), Paulo de Tarso Vasconcelos Chaves (Cadeira nº 27), Révia Herculano (Cadeira nº 34), Francisco Tarcísio Cavalcante (Cadeira nº 35), João Vianney Campos de Mesquita (Cadeira nº 37) e Francisco Felipe Filho, representante da sociedade cearense no Conselho Fiscal. Também esteve presente Marcelo Braga, eleito a vinte e nove de agosto para ocupar a Cadeira nº 18 e ainda não empossado. Justificaram ausência os acadêmicos Cid Saboia de Carvalho, Genuíno Francisco de Sales, Mário Barbosa, Regine Limaverde, Roberto Feijó Ribeiro de Sousa e Sebastião Valdemir Mourão. Registre-se, ainda, a presença da Srª Maria da Conceição Lobo, esposa do acadêmico João Soares Lobo. O vice-presidente José Myrson Lima assumiu a condução dos trabalhos e justificou a ausência do presidente Valdemir Mourão. Na abertura do expediente, foi feita a leitura da ata da reunião anterior. Considerado fidedigno, o relato recebeu a assinatura dos presentes. Ao transmitir os informes da presidência, José Myrson Lima exortou os confrades a ajudar na localização de familiares dos patronos eméritos e enviar sugestões de pauta para as próximas reuniões. Também lembrou que estão sendo recolhidos subsídios para elaboração do Regimento da ACLP. Insistiu, por fim, no envio de currículos a serem postados no blog da entidade. Em seguida, leu o parecer do Conselho Fiscal, que aprovou a prestação de contas relativa aos anos de dois mil e quatorze e dois mil e quinze. A acadêmica Giselda Medeiros solicitou Voto de Louvor para o confrade José Batista de Lima, recentemente homenageado, pela Câmara Municipal, com o título de Cidadão de Fortaleza. A proposta teve aprovação unânime. Vicente Alencar registrou a posse de Roberto Vitor, filho do confrade Roberto Ribeiro, na Academia Cearense de Retórica, fato ocorrido na noite anterior. Aberta a Hora do Vernáculo, João Soares Lobo fez um paralelo entre dois sonetos, um de Camões, outro de Petrarca, aquele claramente inspirado neste; Vianney Mesquita apresentou a crônica “Remédio para barata”, reportando-se ao fato de a palavra remédio possuir diversas acepções, aplicáveis na dependência de certas necessidades e circunstâncias. Na sequência, procedeu-se à eleição para preenchimento de quatro vagas na ACLP. Em nome da Comissão constituída para analisar os currículos dos quatro postulantes, formada pelos acadêmicos Giselda Medeiro, Myrson Lima e Italo Gurgel, este último leu parecer favorável às candidaturas, seguindo-se votação sigilosa, supervisionada por Comissão integrada por Ana Paula de Medeiros, Marcelo Braga e João Soares Lobo. Doze acadêmicos apresentaram-se para votar, tendo sido apurados, ao final, os seguintes resultados: Francisco Felipe Filho, candidato à Cadeira nº 2, registrou dez votos favoráveis e um nulo; Hermínia Lima, candidata à Cadeira nº 4, recebeu onze votos favoráveis e um nulo; Ana Vládia Mourão de Oliveira, candidata à Cadeira nº 32, obteve sete votos favoráveis e um nulo; e Paulo Sérgio Lobão da Costa, candidato à Cadeira nº 39, conquistou sete votos favoráveis e um nulo. Diante de tais resultados, todos foram proclamados eleitos, devendo a data da posse ser definida pelo presidente Valdemir Mourão. Ao encerrar os trabalhos, José Myrson Melo Lima anunciou a próxima reunião para o dia vinte e oito de outubro e convidou os presentes para o Lanche das Cinco, ocasião em que seriam homenageados os aniversariantes de setembro: Luís Tavares Júnior (dia 7), José Rogério Bessa (dia 15), Edmilson Caminha Júnior (dia 27) e Maria Elias Soares (dia 30). Nada mais havendo a ser registrado, eu, Italo Gurgel, Segundo Secretário, lavrei a presente ata para que seja lida, discutida e assinada, em caso de aprovação. Fortaleza, vinte e oito de setembro de dois mil e dezesseis.

Compartilhar