ACADEMIA CEARENSE DA
LíNGUA PORTUGUESA

dulcisonam et canoram linguam cano

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA 28/11/2016

Webmaster

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE VINTE E OITO DE NOVEMBRO DE DOIS MIL E DEZESSEIS. Aos vinte e oito dias do mês novembro de dois mil e dezesseis, na Rua do Rosário, número um, em Fortaleza, Ceará, a Academia Cearense da Língua Portuguesa realizou reunião ordinária mensal, aberta e encerrada com a presença dos acadêmicos Francisco Felipe Filho (Cadeira nº 2), Regine Limaverde (Cadeira nº 7), Antônio Vicente Alencar (Cadeira nº 11), Ana Paula de Medeiros Ribeiro (Cadeira nº 12), José Myrson Melo Lima (Cadeira nº 14), Maria Elias Soares (Cadeira nº 15), Giselda de Medeiros Albuquerque (Cadeira nº 16), Italo Gurgel (Cadeira nº 17), Marcelo Braga (Cadeira nº 18), Sebastião Valdemir Mourão (Cadeira nº 19), José Ferreira de Moura (Cadeira nº 20), João Soares Lobo (Cadeira nº 25), Ana Vládia Mourão de Oliveira (Cadeira nº 32), Révia Herculano (Cadeira nº 34), Francisco Tarcísio Cavalcante (Cadeira nº 35), João Vianney Campos de Mesquita (Cadeira nº 37), Sebastião Teoberto Mourão Landim (Cadeira nº 38) e Paulo Sérgio Lobão da Costa (Cadeira nº 39). Justificaram ausência os acadêmicos Aila Sampaio, Cid Carvalho, Genoíno Sales, Hermínia Lima, José Augusto Bezerra, Maria Luísa Bomfim, Mário Barbosa e Roberto Ribeiro. Na abertura dos trabalhos, o Segundo Secretário, Italo Gurgel, registrou o recebimento de exemplares do jornal “Binóculo” e de livros e panfletos enviados por Adirson Vasconcelos, membro da Academia de Letras de Brasília. Em seguida, foram lidas as atas da sessão ordinária de vinte e oito de setembro, pelo Segundo Secretário, e da sessão solene de vinte e oito de outubro, pelo Segundo Tesoureiro, José Ferreira de Moura, sendo ambas aprovadas, com revisões. Aberto espaço para os informes dos acadêmicos, Italo Gurgel anunciou o lançamento do romance “Cambono”, de Clauder Arcanjo, na cidade de Natal, a trinta de novembro, e transmitiu o desejo do autor de também lançar o livro em Fortaleza. A sugestão apresentada pelos acadêmicos foi de que o ato acontecesse durante o jantar de confraternização natalina da ACLP, agendado para o dia sete de dezembro, às dezenove horas e trinta minutos, no Marina Park Hotel. Ana Paula de Medeiros informou sobre sua participação no Quinto Fórum de Linguística Portuguesa, onde discorreu sobre “Ensino e aprendizagem da Língua Portuguesa: desafios e perspectivas na Educação Básica”. Por sugestão do Presidente Valdemir Mourão, o mesmo trabalho será apresentado na “Hora do Vernáculo”, durante a sessão ordinária de fevereiro de dois mil e dezessete. Teoberto Landim comunicou sua participação, como palestrante, na programação da “Quinta Literária”, da Unifor. Abertos os Informes da Presidência, Valdemir Mourão propôs que todos os livros publicados no próximo ano, pelos acadêmicos, estampassem na capa uma logo com a inscrição “Edições ACLP”. Como alternativa, foi sugerido, por Regine Limaverde, que se criasse um selo comemorativo dos quarenta anos da Academia, proposta finalmente aprovada. O Presidente apresentou relação dos países que mais acessam o blog da ACLP; entregou, a todos os presentes, cópia de calendário onde se realçam os dias de reunião da Academia em todo o ano de dois mil e dezessete; solicitou que se desenvolvessem esforços para localizar os familiares dos patronos eméritos; voltou a pedir sugestões para a elaboração do Regimento da ACLP, tema agendado para a reunião de janeiro próximo; solicitou cópia dos currículos para postagem no blog, bem como a biografia dos patronos e patronos eméritos, para compor um livro; encareceu, igualmente, que lhe fossem entregues cópias dos discursos dos acadêmicos recentemente empossados e que se destinam à inserção na revista dos quarenta anos; e reforçou convite para o jantar de confraternização. Na Ordem do Dia, Valdemir Mourão solicitou sugestões para uma agenda de atividades relacionadas ao quadragésimo aniversário da ACLP; propôs a realização de um Congresso da Língua Portuguesa e de um Curso de Latim, bem como a reedição do concurso de produção escrita; e anunciou a publicação da Agenda ACLP para dois mil e dezessete. Aberta a Hora do Vernáculo, Italo Gurgel apresentou artigo intitulado “O lero lero da internet”, em que discorre sobre os websites capazes de gerar qualquer quantidade de texto pejo de expressões altissonantes e absolutamente vazias. Na sequência, Vianney Mesquita expôs “Três lapsos de entendimento”, demonstrando que as significações equívocas, antes ocorrentes mais no universo coloquial, hoje também estão presentes nos espaços de aplicação da linguagem culta. Ao encerrar os trabalhos, o Presidente Valdemir Mourão convidou os acadêmicos para o Lanche das Cinco, em homenagem aos aniversariantes de outubro (Ana Paula de Medeiros e João Soares Lobo) e novembro (Roberto Ribeiro e Révia Herculano). Nada mais havendo a ser registrado, eu, Italo Gurgel, Segundo Secretário da ACLP, lavrei esta ata, para que seja lida, discutida e, em caso de aprovação, assinada. Fortaleza, vinte e oito de novembro de dois mil e dezesseis.

Compartilhar

Fundada a 28 de outubro de 1977 Rua do Rosário, 1 – Centro CEP 60055-090 Fortaleza – Ceará – Brasil

ACADEMICOS

INSTITUCIONAL

TEXTOS