ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE 28/09/2017

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE VINTE E OITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E DEZESSETE. Aos vinte e oito dias do mês de setembro de dois mil e dezessete, no Palácio da Luz, situado na Rua do Rosário, número um, em Fortaleza, a Academia Cearense da Língua Portuguesa realizou sua reunião ordinária mensal, com a presença dos acadêmicos Antônio Vicente Alencar (Cadeira nº 11), Ana Paula de Medeiros Ribeiro (Cadeira nº 12), José Myrson Melo Lima (Cadeira nº 14), Giselda de Medeiros Albuquerque (Cadeira nº 16), Italo Gurgel (Cadeira nº 17), Marcelo Braga (Cadeira nº 18), Sebastião Valdemir Mourão (Cadeira nº 19), José Ferreira de Moura (Cadeira nº 20), João Soares Lobo (Cadeira nº 25), Ana Vládia Mourão de Oliveira (Cadeira nº 32), Révia Lima Herculano (Cadeira nº 34), Francisco Tarcísio Cavalcante (Cadeira nº 35), João Vianney Campos de Mesquita (Cadeira nº 37), Sebastião Teoberto Mourão Landim (Cadeira nº 38) e Raimundo Evaristo Nascimento dos Santos (eleito para a Cadeira nº 40, porém ainda não empossado). Justificaram ausência os acadêmicos Cid Carvalho, Roberto Ribeiro, Manoel Crisóstomo, Regina Barros Leal, Francisco Felipe, Aíla Maria, Paulo Lobão, Maria Elias, Regine Limaverde, Batista de Lima e Mário Barbosa. Na abertura da reunião, o Presidente Valdemir Mourão apresentou a professora Maria Gorete, cuja postulação à Cadeira nº 1 seria mais tarde apreciada. Em seguida, o Segundo Secretário, Italo Gurgel, apresentou a correspondência recebida: os periódicos “Cândido”, “Jornal da UFC” e “Binóculo”; convite para o lançamento dos livros “A cidade de Ulisses”, de Teolinda Gersão, e “Pe. José Palhano de Sabóia”, de César e Saulo Barreto; e panfletos do I Congresso Brasileiro da População Idosa e da 2ª Festa Literária do 7 de Setembro. O Presidente deu sequência aos trabalhos distribuindo o convite para a solenidade do dia 27 de outubro, no Teatro Nila Gomes de Soárez. Na ocasião, seriam prestadas homenagens e tomariam posse os novos ocupantes das cadeiras 1, 13 e 40. Voltou a solicitar a colaboração dos acadêmicos para alimentarem o site da Associação com os conteúdos previstos no projeto e que incluem foto, currículo e produção intelectual. Anunciada a “Hora do Vernáculo”, Italo Gurgel apresentou o ensaio intitulado “A viagem das palavras no mar dos significados” e Vianney Mesquita, os textos “Sonet’ância”, dedicado à professora Ana Paula Medeiros, e “Pseudoconhecimento”, oferecido à professora Regine Limaverde. Abrindo o capítulo da “Ordem do Dia”, Valdemir Mourão solicitou ao acadêmico Marcelo Braga que apresentasse o veredito da comissão formada por ele, Ana Vládia Mourão e Myrson Lima para avaliar a proposta de admissão da professora Maria Margarete Fernandes de Sousa na Academia Cearense da Língua Portuguesa. Em seu parecer, que vai aqui anexado, a comissão opina “favoravelmente, após o cumprimento das demais exigências requeridas pelo Estatuto, para ingresso da postulante no quadro de associados efetivos da ACLP, Cadeira nº 13”. O Presidente anunciou, então, o início do processo de votação e convocou os acadêmicos Teoberto Landim, José Ferreira de Moura e Italo Gurgel para, sob a presidência deste, conduzirem a consulta aos acadêmicos presentes. Foram apurados treze votos presenciais e três por correspondência, totalizando dezesseis sufrágios. Destes, quinze se revelaram favoráveis ao ingresso de Maria Margarete Fernandes de Sousa na Academia, enquanto o décimo-sexto voto se apresentou em branco. O Presidente Valdemir Mourão proclamou o resultado da consulta e parabenizou a nova confreira. Encerrando a reunião, convidou a todos para o “Lanche das Cinco”, em que seriam homenageados os aniversariantes de setembro: Luís Tavares, Ana Vládia, Raimundo Evaristo, Miranda Leão, Maria Elias e Hermínia Maria. Nada mais havendo a registrar, eu, Italo Gurgel, Segundo Secretário da ACLP, lavrei esta ata, para que seja lida, discutida e, em caso de aprovação, assinada. Fortaleza, vinte e oito de setembro de dois mil e dezessete.

Compartilhar