ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE 30/10/2018  

Aos trinta dias do mês de outubro de dois mil e dezoito, no Ideal Club, situado na Avenida Monsenhor Tabosa, 1381, em Fortaleza, a Academia Cearense da Língua Portuguesa, em solenidade, comemorou o seu 41º aniversário. Na ocasião, houve a posse de três novos acadêmicos, a entrega da Medalha do Mérito Cultural Hélio Melo e o lançamento da edição de número 14 da revista “Vernáculo” e do livro “Da Espanhola ao Azulão”. Estavam presentes ao evento os acadêmicos Maria Gorete Oliveira de Sousa  (Cadeira nº 1), Maria Luísa Bomfim (Cadeira nº 3), Vicente de Paula Júnior (Cadeira nº 4), Regine Limaverde (Cadeira nº 7 ), Antônio Vicente Alencar (Cadeira nº 11), Maria Margarete Fernandes de Sousa (Cadeira nº 13), José Myrson Melo Lima (Cadeira nº 14), Giselda Medeiros Albuquerque (Cadeira nº 16), Ítalo Gurgel (Cadeira nº17), Marcelo Braga (Cadeira nº 18), Valdemir Mourão (Cadeira nº 19), José Ferreira de Moura (Cadeira nº 20), Assis Holanda (Cadeira nº 22), Frei Hermínio (Cadeira nº 27), Ana Vládia (Cadeira nº 32), Révia Lima Herculano (Cadeira nº 34), Tarcísio Cavalcante (Cadeira nº 35), José Batista de Lima (Cadeira nº 36),  Teoberto Mourão Landim (Cadeira nº 38), Paulo Sérgio Lobão (Cadeira nº 39), Raimundo Evaristo Nascimento dos Santos (Cadeira nº40). Contamos também com a presença do sócio correspondente em Jucás Anizeuton Leite. O Presidente Teoberto Landim abre a solenidade agradecendo a presença de todos e expondo o importante papel cultural desempenhado pela Academia Cearense da Língua Portuguesa. Após a fala do Presidente, o mestre de cerimônia, o acadêmico Marcelo Braga, registrou e agradeceu a presença dos homenageados e das demais autoridades. Em seguida, convocou a Comissão, formada pelos acadêmicos Batista de Lima, Maria Gorete Oliveira e Paulo Lobão, a conduzir os novéis acadêmicos Vicente de Paula Júnior, cadeira de número 4, patroneada por Amadeu Ataliba Arruda Amaral Leite Penteado e Hamilton Cavalcante de Andrade, Raimundo de Assis Holanda, cadeira de número 22, patroneada por José Leite de Vasconcelos e Carlos Neves D’Alge, e Frei Hermínio Bezerra de Oliveira, cadeira de número 27, patroneada por Maximino Marciel e Mário Carneiro Baratta Monteiro. O Presidente Teoberto Landim prestou boas-vindas aos empossandos e entregou-lhes o Colar e o Diploma, insígnias que os tornam membros efetivos deste sodalício. Na ocasião, o cerimonialista, a pedido do Presidente, fez a leitura do juramento junto aos novos acadêmicos. Após o juramento e a entrega do Diploma, o acadêmico Paulo Lobão fez o discurso de saudação. O então empossado Professor Assis Holanda discursou em nome dos novos acadêmicos. Em continuidade à solenidade, a Academia Cearense da Língua Portuguesa entregou aos professores Francisco Nazareno de Oliveira, Diretor-Geral do Colégio Master, e Otacílio de Sá Pereira Bessa, Diretor da Escola de Ensino Médio Adauto Bezerra, a  Medalha do Mérito Cultural Hélio Melo pelo excelente trabalho desempenhado na área da educação, contribuindo, dessa forma, com a ascensão cultural e intelectual de nossos jovens. Para a entrega da medalha aos homenageados, foi convidado acadêmico Professor Myrson Lima. Na ocasião, houve ainda dois lançamentos. O acadêmico Valdemir Mourão apresentou o livro “Da Espanhola ao Azulão” de autoria do Professor Assis Holanda. O Diretor de Publicações da ACLP, acadêmico Ítalo Gurgel, fez a apresentação da edição número 14 da revista “Vernáculo”. Após a apresentação das duas obras, o Presidente encerra o ato solene, convidando a todos a um jantar, servido em um ambiente de confraternização. Nada mais a registrar, eu, Marcelo Braga, Segundo Secretário da ACLP, lavrei esta Ata para que seja lida, discutida e, se aprovada for, assinada. Fortaleza, trinta de outubro de 2018.

Compartilhar