Do aumentativo e do diminutivo

Prof. MYRSON LIMA, membro titular da Academia Cearense da Língua Portuguesa – Cadeira nº 14

Aumentativo – Diz-se do grau que acrescenta ao substantivo o caráter de aumento de dimensões. Indica geralmente tamanho, mas pode apontar também disformidade, brutalidade, falta de medida, desprezo, afeto. Emprega-se geralmente o sufixo – ão para o masculino e o sufixo – ona para o feminino: garotão, garotona; xerifão, xerifona. Outros exemplos: cavalão, gavetona, janelona, livrão.

Às vezes, o sufixo -ão é anexado a palavras femininas: cabeça-cabeção; caldeira-caldeirão; casa-casarão; loja-lojão; mulher-mulherão; porta-portão.

Alguns aumentativos, bem como os diminutivos, tendem a separar-se da palavra primitiva a tal ponto que o falante já não recorda sua procedência. Exemplos: barranco (de barro), montanha (de monte), peanha (de pé).

Alguns aumentativos apresentam forma especial sem o – ão, nem o – ona:

cabeçorra; bocarra; brancarrão; mulheraça; vozeirão.

Diminutivo – O substantivo, quanto ao grau, se flexiona em aumentativo e diminutivo. Existem    vários sufixos  para formar    o diminutivo. O mais frequente é o sufixo – inho  ( livrinho, portinha, Mateusinho) e  sua variante – zinho, usado com os vocábulos terminados em consoante (lugarzinho), nasal (nuvenzinha) ou vogal tônica (cafezinho).

Note-se quando o substantivo termina pela letra m, (como ocorreu em nuvem do exemplo acima), substitui-se essa letra pelo n.

Outros exemplos de diminutivos: coisinha, lapisinho, gatinho, bonequinho; cãozinho, pazinha, irmãozinho, fezinha, relampogozinho.

O diminutivo às vezes denota também carinho ou desprezo (paizinho, jornaleco). Há diminutivos que se desgarraram do étimo latino e se constituem novos substantivos com um significado especializado. Exemplos: glóbulo (de globo); ventrículo (de ventre); película (de pele); furúnculo (de furo); úvula (de uva); módulo (de modo); clavícula (de clave); porciúncula (de porção).

(Do livro “Português e algo mais para o dia a dia” a ser publicado depois da pandemia)

Compartilhar