ACADEMIA CEARENSE DA
LíNGUA PORTUGUESA

dulcisonam et canoram linguam cano

HISTÓRIA DE TAUÁ ENOBRECIDA

João Vianney Mesquita Mesquita

Vianney Mesquita, membro titular da Academia Cearense da Língua Portuguesa – Cadeira 37

Todos sabem fazer História, entretanto apenas os grandes logram escrevê-la.  [OSCAR Fingel O’Flahertie Wills WILDE – escritor, poeta e dramaturgo irlandês. 16.10.1854 – 30.11.1900].

Ensaísta da melhor crase na senda científica, com produções de erguido valor, editadas para fecundar o mealheiro da História do Ceará e seus ramalhos disciplinares e afins, o professor da UECE [nascido em Ibaretama-CE] e imortal-titular de uma cátedra da Academia Tauaense de Letras, doutor João Álcimo Viana Lima, vem, outra vez, aditar ao recheio das nossas averbações literárias um volume de imponente valia para complementar o enredo histórico do seu sítio de trabalho, antigo São João do Príncipe, o conhecido, adiantado e celebrado Município de Tauá – Ceará.

Sob amparo das diligentes táticas de busca na seara do saber parcialmente ordenado – conforme se expressou o filósofo, biólogo e antropólogo grão-britano Herbert Spencer a respeito do conhecimento  – como prova inconteste do preparo intelectual obtido ao largo de seu caminho como estudioso afeito e obediente aos ditames da Metodologia Científica e Filosofia da Ciência, o Autor estendeu ao enredo narrativo dos seus locis de atuação [Tauá e suas parcelas municipais] o volumoso conjunto de trinta e cinco documentos oficiais.

Mencionadas peças, buscadas com o desvelo peculiar ao operário diligente da demanda investigativa, procedem de autoridades reinóis lusitanas, anteriores à chegada da Família Real ao Brasil, em 8 de março de 1808 [há exatos 213 anos], bem como de tempos pós-Independência do País, no decurso do Império, complementadas, empós a Constituição de 1891, com escrituras provenientes de alçadas da República e, enfim, preceituações advindas de próceres estaduais, como os governadores do Estado do Ceará.

Na transferência desses referenciais para o livro Documentos Históricos dos Distritos de Tauá, convém exprimir, além de eles assentarem coerentemente como rememorações de grande distinção para o leitor conhecer e apreciar a evolução do Município sob argumento – com seus termos, fogos e almas – estão pormenorizados com apreciável exatidão em notas nas bases das páginas. Estas vêm acrescidas de minudentes informações complementares, concedendo ao público ledor, mormente de Tauá e dos Inhamuns,  a oportunidade de engrandecer seus haveres culturais atinentes à matéria, ajuntando à mera comunicação expressa na sua conformação, em português já não estilisticamente usado, a estesia da modernidade e o modo ameno, espontâneo, singelo e rico como se exprime o Acadêmico autor desta referência de leitura.

Acresce fazer alusão a um proveito singular no modus operandi do Escritor para reproduzir as trinta e cinco disposições legais, luminosa ideia para melhorar o nível de recepção das mensagens insertas nos ditos diplomas legais. É que ele, parece que sagradamente inspirado, achou de amatar a aspereza do Português ali empregado, em decisão absolutamente legal e justa e inteligente e produtiva, transportando para a boa linguagem hoje em curso a acentuação, a grafia e a pontuação da escrita, levando o consultante a decodificar as ideações das autoridades, sem restritivas intercorrências de cariz interpretativo. É esta, induvidosamente, mais uma vantagem, uma das obrigações intelectuais de um artífice competente à procura de evento novo, a ser evidenciada pela Filosofia da Ciência.

 E, por conseguinte,  para regozijo da conjunção cearense produtora de achados científicos, bem como a fim de trazer júbilo àqueles que se vão servir de tão alteado produto da agricultura deste investigador a mancheias, Documentos Históricos dos Distritos de Tauá está bem sortido de excelências.

Como é salutar expressar esse entendimento!

Compartilhar

Fundada a 28 de outubro de 1977 Rua do Rosário, 1 – Centro CEP 60055-090 Fortaleza – Ceará – Brasil

ACADEMICOS

INSTITUCIONAL

TEXTOS